sábado, 12 de fevereiro de 2011

Uma chance e um amor..

Me disseram que as vezes o amor é como um jogo..
E que não podemos desistir daquilo que queremos.
Se nosso amor também é assim, eu vou lutar até o fim.
Um jogo só acaba quando o arbitro apita, o amor só se perde quando acaba a vida.
Eu quero sentir o seu calor..
Eu quero te tocar como a ultima vez..
Quero lhe dizer como ficamos bem juntos..
Eu sei que falta pouco pra você se entregar.. 
Então não tenha medo de voltar..
Eu te espero aqui, como fiz nas ultimas noites.
Não me negue essa chance de mostrar que tudo agora dará certo..
Esqueça o passado, sei que agora tudo estará bem..
Eu quero ser o seu amor, seu segredo, sua salvação..
Olhe em meus olhos, não a como negar..
Esse amor chegou e é pra marcar..

2 comentários:

A. Matias disse...

texto perfeito srta, isto resume muito bem quase todos os amores com problemas, com negações.
A um tempo resumia o meu, mas eu fui para o intervalo de jogo e não quis voltar mais... pode isso Arnaldo? =]

Ahh nao sei se te disse, roubei um texto seu, ele foi muito util, se bem q foi tenso ler ele... kkkkk

cuide-se ai, continue com estes textos maravilhosos... vou abrir uma editora soh pra lançar um livro seu menina...

=]

RosaMaria disse...

Amor é o sentimento que mais já tentaram explicar, definir, destrinchar, mas a verdade é que o amor é um para cada um.

Cada um possui sua própria conclusão sobre o amor, fruto das experiências pessoais vividas.

Eu luto contra meu romântismo
mas ja estou desistindo dessa luta
rsrs

Gosto muito de ser vencida por ele.

Beijão menina poeta.
Ganhou uma fã!